ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Briga bilionária por Eletropaulo acaba com oferta maior da Enel

Gerson Freitas Jr. e Vanessa Dezem

30/05/2018 21h00

(Bloomberg) -- A Enel venceu nesta quarta-feira uma batalha altamente disputada pela Eletropaulo, com uma oferta de R$ 45,22 por ação que superou a de R$ 39,53 da Neoenergia, controlada pela espanhola Iberdrola. Os envelopes foram abertos na noite de quarta-feira na B3. A Enel já possui três empresas de distribuição nos estados do Rio de Janeiro, Ceará e Goiás, com mais de 10 milhões de clientes.

A guerra de lances transformou a Eletropaulo, distribuidora de energia que atende o maior mercado consumidor do Brasil, em uma das concessionárias de eletricidade mais procuradas da América Latina. A saga começou com uma oferta em 5 de abril da Energisa. Mais de meia dúzia de ofertas adicionais foram feitas até o final de abril - incluindo algumas no mesmo dia pelas empresas europeias.À certa altura, a Enel divulgou uma carta aos jornais brasileiros, reclamando de um acordo que daria preferência à Iberdrola em uma oferta de ações que foi posteriormente cancelada pela Eletropaulo. A Iberdrola foi à Comissão Europeia, alegando que a Enel estava usando sua condição de empresa estatal para obter vantagem competitiva. A Energisa retirou sua oferta pela Eletropaulo em 4 de maio.

Os acionistas avaliarão o lance no leilão marcado para 4 de junho. Cada um deve decidir individualmente se aceita a oferta, e é preciso uma maioria simples para que o negócio seja concretizado.

Ações preferenciais da Eletropaulo subiram 2,9% na quarta-feira, para R$ 35 reais. Os papéis subiram 82% desde 5 de abril, dia da oferta da Energisa.

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Priscilla Murphy, pmurphy134@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Gerson Freitas Jr. em São Paulo, gfreitasjr@bloomberg.net;Vanessa Dezem em São Paulo, vdezem@bloomberg.net

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia