PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

China vai divulgar dados de pessoas com vírus, mas sem sintomas

Bloomberg News

30/03/2020 13h34

(Bloomberg) -- O governo da China indicou que começará a divulgar dados sobre quantas pessoas estão infectadas com coronavírus, mas que não apresentam sintomas, aparentemente em resposta a um coro crescente de críticas no país e no exterior aos números chineses sobre o surto.

Os governos locais devem enfatizar as iniciativas contínuas para monitorar, rastrear, isolar e tratar casos da chamada "infecção assintomática", segundo informações de reunião sobre o Covid-19 liderada pelo primeiro-ministro chinês Li Keqiang e divulgadas na segunda-feira. Isso reduzirá brechas no trabalho de controle da epidemia, segundo comunicado divulgado no site do Conselho de Estado, o principal órgão administrativo da China.

"Quando casos assintomáticos são descobertos, é necessário implementar imediatamente o isolamento e acompanhamento médico estritamente centralizado, divulgar informações de forma aberta e transparente, evitar resolutamente relatórios e omissões tardios, identificar a fonte o mais rápido possível e colocar contatos próximos em quarentena para observação médica", segundo o comunicado.

As autoridades chinesas devem começar a divulgar dados sobre infecções assintomáticas "no futuro próximo", segundo reportagem do grupo de mídia chinês Yicai na segunda-feira. Zhejiang, província localizada na sudeste do país e com o quarto maior número de casos confirmados, disse anteriormente que todos os casos assintomáticos estariam sujeitos à mesma medida de controle que os casos confirmados, de acordo com reportagem da agência Xinhua.

A exclusão de pessoas infectadas, mas sem sintomas, dos dados oficiais tem ocorrido repetidamente desde o surgimento do coronavírus em Wuhan. Autoridades locais e de outros lugares ainda registram esses casos, mesmo com rápida desaceleração de novos casos confirmados.

Isso levantou a questão se o surto está realmente sob controle. Coreia do Sul, Japão e Cingapura estão entre os países que incluem todos os testes positivos nos dados oficiais, independentemente de as pessoas apresentarem ou não sintomas como febre ou tosse.

©2020 Bloomberg L.P.