PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Alguns pacientes de Covid em Cingapura não infectam após 11º dia

Yoolim Lee

25/05/2020 07h37

(Bloomberg) -- Pacientes de Covid-19 já não eram infecciosos 11 dias depois de ficarem doentes, apesar de alguns ainda testarem positivo para o vírus, segundo novo estudo realizado por especialistas em doenças infecciosas em Cingapura.

Um teste positivo "não equivale à infecciosidade ou vírus viável", de acordo com estudo conjunto do Centro Nacional de Doenças Infecciosas de Cingapura e da Academia de Medicina, Cingapura. O vírus "não pôde ser isolado ou cultivado após o 11º dia da doença".

O artigo teve como base um estudo de 73 pacientes na cidade-estado.

As descobertas podem ter implicações na política de alta de pacientes do país. Atualmente, o critério de alta é baseado em resultados negativos, e não em infecciosidade.

A estratégia de Cingapura para lidar com pacientes de Covid-19 é guiada pelas mais recentes evidências científicas clínicas locais e internacionais, e o Ministério da Saúde vai avaliar se as mais recentes evidências podem ser incorporadas ao plano de gerenciamento clínico de pacientes, segundo reportagem do Straits Times.

Até o momento, 13.882 pessoas, ou cerca de 45% do total de 31.068 pacientes de Covid-19 em Cingapura, receberam alta de hospitais e centros comunitários. Cingapura havia registrado 642 novos casos de Covid-19 por volta do meio-dia do sábado.

O governo tem monitorado ativamente profissionais de jardins de infância, enquanto se prepara para reabrir esses centros a partir de 2 de junho. Na sexta-feira, dois funcionários de jardim de infância haviam dado positivo para o novo coronavírus, elevando o número total de casos confirmados no segmento pré-escolar para sete, segundo o Ministério da Saúde.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia