Topo

Polícia libera bloqueio na BR-101, no RS, com gás lacrimogêneo; dois são presos

2015-02-27T11:02:00

2015-03-02T13:40:55

27/02/2015 11h02

São Paulo, 27 fev (EFE).- A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Força Nacional de Segurança usaram gás lacrimogêneo para liberar nesta sexta-feira (27) a rodovia BR-101, na altura de Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul, bloqueada por um grupo de caminhoneiros que permanecia em greve, apesar do acordo estabelecido ontem entre o governo e a categoria.

Duas pessoas foram presas na operação. A tropa de choque da PRF e a Força Nacional lançaram bombas de gás lacrimogêneo contra os caminhoneiros que bloqueavam a rodovia com seus veículos.

O grupo de caminhoneiros não reconhece o acordo alcançado entre o setor e o governo, por meio do qual o aumento do preço do diesel foi congelado por seis meses.

Após uma semana de manifestações, que chegaram a se estender para 13 Estados, hoje os bloqueios continuavam apenas no Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Bahia e Ceará.

Ontem, o governo endureceu sua posição frente aos caminhoneiros que não respeitaram o acordo. Várias cidades do país começaram a sofrer com problemas de desabastecimento, principalmente na região Sul.

O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a polícia aplique as multas determinadas na quarta-feira pela Justiça.

As multas aos caminhoneiros que bloqueiam grandes estradas do país estão previstas em sentenças emitidas por juízes federais, que ordenaram a imediata liberação das rodovias diante do problema de desabastecimento.

O ministro admitiu que por enquanto "é impossível calcular" o valor dos prejuízos causado pelos bloqueios das estradas e do acesso dos caminhões aos principais portos do país, como o de Santos, no estado de São Paulo.

Mais Economia