Federal Reserve decide manter taxas de juros nos EUA

Washington, 27 jan (EFE).- O Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, decidiu nesta quarta-feira manter as taxas de juros de referência entre 0,25% e 0,50%, ao afirmar que o crescimento econômico se manteve "moderado" no país.

No comunicado divulgado após o fechamento da reunião de dois dias sobre a política monetária americana, o Fed destacou, além disso, que espera que a inflação se "mantenha baixa no curto prazo, em parte devido a quedas nos preços da energia".

Em seu último encontro, em dezembro do ano passado, o Fed tinha classificado o crescimento econômico dos EUA como "sólido". Por isso, a mudança de linguagem agora pode supor um sinal de desaceleração.

Sobre a evolução das taxas de juros, depois alta estabelecida em dezembro, a primeira desde 2006, o Comitê Federal de Mercado Aberto do Fed reiterou que espera que "as condições econômicas evoluam de maneira que só exija incrementos gradativos".

O Fed evitou fazer referências concretas à recente volatilidade registradas nos mercados, tanto nos EUA como na China, apesar de ter indicado que "está monitorando de perto os eventos econômicos e financeiros globais".

A manutenção das taxas de juros foi aprovada de maneira unânime entre os conselheiros do Fed.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos