Bolsas

Câmbio

Maduro diz que no domingo chegará uma "boa quantidade" de novas notas

Caracas, 17 dez (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou hoje que "na madrugada do domingo" chegará ao país uma "boa quantidade" de notas e moedas que formarão a nova base monetária venezuelana, e reiterou que a distribuição destas peças será feita "paulatinamente".

Maduro detalhou que "nos próximos dias" serão distribuídos 327 milhões de exemplares de 50 bolívares, e que no transcurso do mês de dezembro ingressarão no país "65 milhões de notas de 500" bolívares.

"(Chegarão) quase cinco milhões de notas de 5.000 e quase três milhões de 20.000", acrescentou.

Além disso, disse que o processo de depósito das notas de 100 bolívares - que até quinta-feira tinham valor e legalidade - foi "absolutamente bem-sucedido" e lembrou que hoje começou o prazo de cinco dias para depositar e completar assim a saída de circulação desta nota.

Maduro informou que para esta nova etapa de depósito no Banco Central da Venezuela (BCV), em sua sede em Caracas, tinham sido disponibilizadas 30 bilheterias de atendimento, e que esta quantidade será ampliada para 150 bilheterias com a incorporação de pessoal de alguns bancos públicos.

O presidente venezuelano lamentou "algumas ações violentas" que aconteceram no interior do país, "sobretudo em alguns lugares na fronteira com a Colômbia".

No meio do racionamento de moeda, a nova família de notas não começou a circular, embora o presidente do BCV, Nelson Merentes, tinha dito que este processo começaria em 15 de dezembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos