Bolsas

Câmbio

Fundador do Facebook descarta concorrer à presidência dos Estados Unidos

Washington, 24 jan (EFE).- O criador da rede social Facebook, Mark Zuckerberg, descartou em entrevista publicada na terça-feira se candidatar futuramente à presidência dos Estados Unidos, um rumor que ganhou força nas últimas semanas.

"Não. Estou concentrado em construir nossa comunidade no Facebook e trabalhando na (filantrópica) Iniciativa Chan-Zuckerberg", disse Zuckerberg, perguntado pelo "BuzzFeed", se pensa na presidência dos EUA.

Os rumores sobre as aspirações de Zuckerberg começaram em abril do ano passado, quando a empresa aprovou a possibilidade que seu fundador trabalhar no governo sem perder o controle sobre o Facebook.

Além disso, Zuckerberg, está envolvido em uma iniciativa para visitar os 50 estados americanos ao longo de 2017 para conhecer o povo e escutar seus problemas.

Recentemente, Zuckerberg contratou para trabalhar com ele David Plouffe, que em 2008 foi o responsável pela campanha presidencial do então candidato Barack Obama e que trabalhou vários anos na Casa Branca.

Além disso, antes das últimas eleições, Mark Zuckerberg tomou parte em denunciar as "vozes que infundem medo e pedem construir muros e afastar as pessoas" em mensagem sem alusões que se interpretou como uma crítica ao então candidato Donald Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos