Bolsas

Câmbio

Dois grupos refugiados são afetados por veto de Trump em voo da Suíça

Genebra, 30 jan (EFE).- Dois grupos de refugiados que tinham um voo previsto de Zurique aos Estados Unidos foram afetados pelo veto temporário imposto pelo presidente americano, Donald Trump, à entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, informou nesta segunda-feira a companhia aérea Swiss.

Um dos grupos, formado por 15 pessoas, deveria ter embarcado no último sábado em Nairóbi com destino aos EUA via Zurique, disse à agência Efe a porta-voz da Swiss, Sonja Ptassek.

O segundo grupo, composto por 20 pessoas, tinha o mesmo trajeto programado para hoje, acrescentou Sonja.

Além disso, no sábado uma pessoa procedente de um dos sete países vetados por Trump viajou com a companhia aérea de Genebra a Nova York, mas teve que retornar à Suíça, indicou a porta-voz.

Nesse caso, a companhia aérea arcou com os custos do voo de volta, explicou.

O passageiro conseguiu voar até Nova York porque tinha os documentos em ordem e ainda não haviam acontecido as especificações do veto de Trump.

Quanto aos dois grupos de refugiados, as autoridades e a Swiss conseguiram cancelar "a tempo" conexão aos EUA antes que chegassem a Zurique desde Nairóbi, disse Sonja.

Segundo a porta-voz, por enquanto "o impacto do veto é muito limitado" para a companhia aérea, filial da alemã Lufthansa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos