Bolsas

Câmbio

Volkswagen se declara culpada de fraude perante tribunal dos EUA

Washington, 10 mar (EFE).- A montadora alemã Volkswagen (VW) se declarou culpada nesta sexta-feira perante um tribunal de Detroit, nos Estados Unidos, de conspirar para fraudar centenas de milhares de pessoas nos Estados Unidos com a adulteração de seus motores a diesel.

A declaração de culpabilidade da Volks é parte do acordo ao qual a montadora chegou em janeiro deste ano com as autoridades americanas para resolver a adulteração de quase 600.000 veículos a diesel com um software que oculta as emissões reais de seus motores.

Segundo o acordo, a empresa pagará US$ 2,8 bilhões como "multa penal pela conspiração de longo prazo para vender aproximadamente 590.000 veículos a diesel nos EUA usando um engenho para adulterar os testes de emissões ordenados pela Agência de Proteção Ambiental" e pelas autoridades da Califórnia.

Além disso, a montadora pagará US$ 1,5 bilhão pela importação e venda nos EUA de veículos adulterados, assim como por fraude alfandegária.

Após a admissão de culpabilidade da VW, o juiz instrutor do caso, Sean Cox, disse que estudará o acordo ao qual chegaram as autoridades americanas e a montadora alemã.

Cox, que estabeleceu o prazo de 21 de abril para ditar formalmente sua sentença, afirmou que os crimes dos quais a Volks se declarou culpada são "muito graves".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos