Bolsas

Câmbio

México e Canadá rejeitam tarifas dos EUA e dispõem medidas compensatórias

Cidade do México, 31 mai (EFE).- O presidente do México, Enrique Peña Nieto, manteve nesta quinta-feira uma conversa telefônica com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, com quem coincidiu na rejeição às tarifas anunciadas pelos Estados Unidos e na imposição de medidas compensatórias, informou o escritório presidencial.

"Os dois líderes lamentaram e expressaram sua rejeição à recente decisão dos Estados Unidos de impor tarifas às importações de aço e alumínio provenientes do Canadá, do México e da União Europeia (UE) a partir de 1º de junho, sob o critério de segurança nacional", indicou a presidência mexicana em um boletim.

De acordo com o texto, o presidente informou ao chefe de governo canadense sobre as medidas compensatórias que o México implementará de forma imediata e que estarão vigentes enquanto o governo americano não eliminar as tarifas impostas.

"O primeiro-ministro Trudeau confirmou que o Canadá também estabelecerá medidas compensatórias proporcionais", acrescentou a presidência mexicana.

Além disso, os dois governantes "reiteraram seu compromisso de continuarem em estreita comunicação, trabalhando de forma coordenada para defender um comércio internacional livre e baseado em regras, incluindo a bem-sucedida modernização do Tratado de Livre-comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês)", especificou a presidência mexicana na nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos