PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Blecaute que deixou 1 milhão de chilenos sem luz foi provocado

30/07/2018 16h09

Santiago (Chile), 30 jul (EFE).- Um blecaute que deixou sem luz 1 milhão de pessoas em Santiago, capital do Chile, na noite de domingo foi provocado de forma intencional.

A denúncia foi feita pela Enel Distribuição, que fornece energia à maior parte da capital chinela. No local da interrupção, uma linha de transmissão de 10 kV, especialistas da empresa e agentes da polícia encontraram cabos incendiados por terceiras pessoas.

"Houve um incêndio na base da torre da linha de alta tensão que provocou o corte do fornecimento para cinco subestações", explicou o gerente de mercado da Enel Distribuição, Víctor Tavera.

O blecaute, que durou duas horas, afetou 247 mil clientes da empresa, prejudicando no total 1 milhão de pessoas nos municípios de Huechuraba, Vitacura, La Barnecha, Los Condes e Providencia.

"Esse fato criminoso provocou o curto circuito na linha. Até o momento sabemos que ocorreu um incêndio por pessoas que desconhecemos suas intenções, mas, aparentemente, seria ocultar o roubou de cabos na região", destacou Tavera.

O subgerente de Operações e Manutenção da Enel, Francisco Messen, afirmou que o fato de a rede ficar em uma área pública, qualquer pessoa pode ter sido responsável pelo incêndio.

"Mas são fatos muito pouco comuns, temos que transmitir tranquilidade à população", disse o subgerente.

O governo da região metropolitana de Santiago confirmou que os serviços essenciais não foram afetados pelo blecaute. Já a polícia reforçou a vigilância das ruas como medida preventiva.

"Faremos valer todas as ações legais necessárias para encontrar os responsáveis", afirmou o gerente de mercado da Enel.