PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Barrick Gold faz OPA pela Newmont para criar maior produtor de ouro do mundo

25/02/2019 11h59

Washington, 25 fev (EFE).- O grupo canadense Barrick Gold anunciou nesta segunda-feira que lançou uma oferta pública de aquisição (OPA) hostil de US$ 17,85 bilhões sobre a americana Newmont, uma das suas principais concorrentes, com o objetivo de criar o maior grupo produtor de ouro do mundo.

"A combinação entre Barrick e Newmont criará o que claramente será a melhor companhia de ouro do mundo, com a maior bolsa de ativos de ouro de nível 1, e o nível mais alto de fluxo de efetivo livre para impulsionar o crescimento futuro", afirmou em comunicado o executivo-chefe do Barrick, Mark Bristow.

Além disso, Bristow explicou que os acionistas da Newmont teriam 44% das ações em circulação da companhia combinada em virtude da sua oferta.

A fusão entre as empresas criaria um grupo com uma capitalização superior aos US$ 42 bilhões, de acordo a veículos de imprensa especializados.

"O mais importante é que nos permitirá considerar nossos ativos de Nevada (onde a Newmont tem sua sede central) como um complexo, o que resultará em um melhor planejamento da mina e demonstrará o enorme potencial geológico do estado para todos os acionistas", acrescentou o executivo.

Caso o acordo seja selado, os acionistas da Newmont receberiam 2,5694 ações comuns do Barrick por cada ação em circulação do grupo canadense, o que significa que os acionistas do Barrick possuiriam aproximadamente 56% da companhia resultante da fusão, segundo cálculos da emissora "CNBC".

Em seu comunicado, o grupo Barrick Gold, com sede em Toronto, apontou que a fusão resultaria em um aumento estimado de 14% do valor dos ativos líquidos atuais da Newmont por ação.

O Barrick investiu em janeiro US$ 6,1 bilhões na compra de outra concorrente, a Randgold Resources, com sede nas Ilhas do Canal, dependências da Coroa Britânica. EFE