PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

França fecha espaço aéreo para Boeing 737 Max

12/03/2019 13h50

Paris, 12 mar (EFE).- As autoridades aéreas da França anunciaram nesta terça-feira o fechamento temporário do espaço aéreo do país aos Boeing 737 MAX, até que seja esclarecido o acidente do domingo passado com o aparelho operado pela Ethiopian Airlines.

A Direção Geral de Aviação Civil da França (DGAC) indicou em comunicado que a decisão afeta todos os voos comerciais efetuados com esse modelo com origem ou destino na França ou que precisem passar pelo país. A entidade afirmou que nenhuma companhia aérea francesa tem Boeing 737 MAX na frota. A organização disse ainda que está aguardando os avanços da investigação e as decisões que as autoridades europeias e americanas venham a tomar.

A França é o nono país a proibir os voos de Boeing 737 MAX por causa do acidente aéreo na Etiópia. Reino Unido, Alemanha, Austrália, Singapura, China Indonésia, Mongólia e Omã já tomaram a mesma medida.

O acidente de domingo, no qual 157 pessoas morreram, é o segundo em poucos meses com um Boeing 737 MAX 8, após outro operado pela companhia Lion Air que caiu em outubro na Indonésia, 12 minutos depois de decolar, por erros no sistema automático, com 189 mortos. EFE