PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

EUA suspendem voos fretados privados a todos os aeroportos de Cuba

14/08/2020 02h20

Washington, 13 ago (EFE).- Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira que suspenderam os voos fretados privados para todos os aeroportos de Cuba, incluindo o de Havana.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, informou em comunicado que havia solicitado hoje ao Departamento de Transportes dos EUA para que esses voos fossem impedidos.

"Esta ação suspenderá todos os voos fretados entre os Estados Unidos e Cuba sobre os quais o Departamento de Transportes exerce jurisdição, exceto os voos fretados públicos autorizados de e para Havana, e outros voos fretados privados autorizados para emergências médicas, busca e resgate, e outras viagens consideradas de interesse dos Estados Unidos", explicou Pompeo.

O chefe da diplomacia americana garantiu que o governo do presidente Donald Trump continuará cortando receitas do governo cubano com taxas de desembarque, estadias em hotéis de propriedade das autoridades do país caribenho e outras receitas geradas por viagens.

"O exército cubano e os serviços de inteligência possuem e operam a grande maioria dos hotéis e infraestrutura turística em Cuba. Pedimos aos viajantes de todas as nacionalidades para avaliarem isso e tomar decisões responsáveis sobre as viagens a Cuba", ressaltou Pompeo.

"A suspensão dos voos fretados privados negará recursos econômicos ao regime de Castro e inibirá sua capacidade de realizar abusos", acrescentou, citando o ex-presidente e atual primeiro-secretário do Partido Comunista cubano, que também é irmão do ex-líder Fidel Castro.

Em 10 de janeiro, Pompeo anunciou a suspensão de todos os voos fretados públicos para Cuba, exceto para Havana. A medida afetou nove aeroportos da ilha, com exceção do José Martí, na capital.

No final de outubro de 2019, os EUA haviam proibido os voos comerciais de seu território para todas as cidades de Cuba, com exceção de Havana.

Os vôos fretados são usados por muitos cubano-americanos para viajar de Miami para Cuba.

Esses voos só permitem que um número limitado de pessoas viaje e são operados principalmente por companhias localizadas no estado da Flórida, onde vivem muitos cubanos e descendentes.