PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Empresa americana instala caixa eletrônico de bitcoin em El Salvador

24.jun.2021 - Mulher tira foto de caixa eletrônico de Bitcoin, após sua inauguração pela Athena Bitcoin Inc. em um shopping center de San Salvador, em El Salvador - MARVIN RECINOS / AFP
24.jun.2021 - Mulher tira foto de caixa eletrônico de Bitcoin, após sua inauguração pela Athena Bitcoin Inc. em um shopping center de San Salvador, em El Salvador Imagem: MARVIN RECINOS / AFP

Da EFE, em San Salvador

25/06/2021 04h20Atualizada em 25/06/2021 08h38

A empresa americana Athena Bitcoin começou nesta quinta-feira a instalar novos caixas eletrônicos em El Salvador para a realização de operações com bitcoin, que recentemente foi aprovado como moeda de curso legal no país.

O mais novo caixa foi instalado em um shopping no departamento de La Libertad. Esta é a segunda máquina do país, a primeira foi instalada há mais de um ano na praia turística El Zonte.

Ao todo, em um primeiro momento, serão instalados 14 caixas eletrônicos em El Salvador, segundo explicou Matias Goldenhorn, diretor da Athena Bitcoin na América Latina.

Goldenhorn, que revelou o custo de cada caixa eletrônico, disse que "a ideia é cobrir todos os departamentos primeiro para que depois haja pelo menos uma máquina em cada".

De acordo com o empresário, a expectativa é que nos próximos dias cheguem ao país as outras máquinas que serão instaladas em shoppings ou postos de gasolina.

A cerimônia de inauguração do novo caixa, que já pode ser utilizado pelos cidadãos, embora a Lei Bitcoin ainda não tenha entrado em vigor, contou com a presença de Goldenhorn; do fundador da Athena Bitcoin, Eric Gravengaard; e da ministra da Economia salvadorenha, María Luisa Hayem.

O processo de instalação dos caixas eletrônicos de bitcoin começou dois meses antes da vigência da Lei Bitcoin, que permitirá o uso da criptomoeda como método de pagamento.

A normativa, que foi publicada no Diário Oficial após receber a assinatura do presidente Nayib Bukele, contém apenas 16 artigos e foi aprovada de maneira acelerada "acelerada", segundo o Instituto Centro-Americano de Estudos Fiscais (Icefi).