PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

BoJ ficou mais à vontade sobre possível relaxamento neste mês, mostra sumário

Tóquio

30/09/2019 08h28

O comitê de política monetária do Banco do Japão (BoJ, pela sigla em inglês) se sentiu mais à vontade neste mês sobre a possibilidade de adotar novas medidas de relaxamento, segundo um sumário de opiniões de sua reunião de setembro.

No último dia 19, o BoJ decidiu manter sua política monetária inalterada, mas seu presidente, Haruhiko Kuroda, reiterou que a instituição não hesitará em tomar novas medidas de estímulo, se necessário.

De acordo com o sumário da reunião, um dos dirigentes do BC japonês comentou que "diante das lições das ferramentas de política monetária não convencional implementadas até agora no âmbito doméstico e no externo, é importante tomar ações decisivas".

Outro dirigente, por sua vez, disse que, ao examinar a taxa negativa do BoJ, que é impopular entre bancos, é preciso considerar em primeiro lugar o impacto na economia de modo geral, em vez dos efeitos nos negócios do setor financeiro.

O sumário não identifica os dirigentes do BoJ por nome. Fonte: Dow Jones Newswires.