Equatorial Goiás informa bookbuilding de debêntures e amplia oferta para R$ 3,053 bi

A Equatorial Goiás Distribuidora de Energia informou, na noite de ontem, o resultado do Bookbuilding no âmbito da distribuição de pouco mais de 1,854 bilhão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em três séries, da quarta emissão. As debêntures da 1ª série têm valor nominal unitário de R$ 1,00; as debêntures das 2ª e 3ª séries têm valor nominal unitário de R$ 1 mil, perfazendo, na data de emissão das Debêntures o montante total de quase R$ 3,053 bilhões.

Da 1ª série, foram emitidos R$ 1,853 bilhão (a série original era de R$ 1 bi e foi acrescida em R$ 853 milhões); na 2ª série, outros R$ 480 milhões; por fim, na 3ª série foram R$ 720 milhões. Tratam-se de debêntures incentivadas destinadas exclusivamente a Investidores Profissionais. A operação contou com a participação do Itaú BBA, do BTG Pactual, do Bradesco BBI, do Citibank, do Santander Brasil, Banco Safra e do UBS BB.

No procedimento de Bookbuilding definiu-se, com relação às debêntures institucionais, que sobre o Valor Nominal Unitário ou saldo do Valor Nominal Unitário do papel, conforme o caso, incidirão juros correspondentes à variação de 100% das taxas médias diárias do DI (Depósito Interfinanceiro) de um dia, acrescida de um spread (sobretaxa) correspondente a 1,6500% ao ano.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes