Projeção do BC tem resultados melhores de IDP no último trimestre do ano, afirma Rocha

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central (BC), Fernando Rocha, disse que as projeções da autoridade monetária para o fluxo de Investimento Direto no País (IDP) levam em conta ingresso maior de recursos no último trimestre do ano.

Ele lembrou que o BC apenas revisará suas estimativas para o dado em dezembro e que, portanto, não iria comentar agora o possível resultado, que vem sendo menor do que o esperado nos últimos meses.

Atualmente, a perspectiva da instituição é de um saldo de US$ 65 bilhões para esta conta neste ano. Rocha comentou que, em setembro, houve redução da rubrica para US$ 60 bilhões no acumulado em 12 meses, mas que no último trimestre do ano passado foram injetados US$ 18 bilhões na economia doméstica. "Ou seja, dos US$ 60 bilhões, US$ 18 bilhões vieram em outubro, novembro e dezembro", pontuou.

Mesmo que a tendência de redução do IDP continue, conforme o técnico, e mesmo retirando os US$ 18 bilhões do último trimestre de 2022, o resultado deve ter valores mais expressivos para chegar aos US$ 65 bilhões.

"O BC faz projeções trimestralmente, a próxima revisão vai ser em dezembro. Não temos atualização no meio do período, mas estão implícitos resultados melhores no último trimestre do que vimos nestes trimestres" mais recentes, comparou.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes