Índice de preços da Ceagesp sobe 6,74% em outubro ante setembro

O índice de preços Ceagesp encerrou outubro com alta de 6,74% em relação a setembro. Com o resultado obtido, o índice encerrou o período apresentando um acumulado de 11,54% no ano e 13,74% em 12 meses.

Os preços no setor de frutas subiram 6,43% em outubro. As principais altas ocorreram nos preços de morango comum (+36,79%), manga palmer (+32,07%), abacate breda (+23,26%), mamão formosa (+22,42%) e goiaba vermelha (+21,17%). Em contrapartida, as principais reduções foram registradas nos preços de (-17,98%), (-11,93%), (-11,10%), jaca (-9,09%) e acerola (-8,94%).

Em legumes (+1,48%), os principais avanços ocorreram nos preços de vagem macarrão (+110,33%), jiló (+41,34%), maxixe (+30,57%), berinjela comum (+25,38%) e abóbora japonesa (+24,84%). Em contrapartida, os principais recuos foram apurados nos preços de pimentão amarelo (-24,13%), pepino caipira (-22,36%), pimentão vermelho (-19,11%), tomate carmem (-12,43%) e oro (-9,05%).

Em verduras (+26,99%), os preços de coentro (+333,70%), salsa (+74,89%), alface lisa (+61,47%), alface crespa (+59,90%) e alface americana (+56,43%) registraram as principais altas em outubro, enquanto as principais reduções foram apuradas por verde (-10,74%), poró (-6,76%), manjericão (-3,45%), orégano (-2,13%) e almeirão comum (-1,23%).

O setor de diversos apresentou crescimento de 14,18% nos preços, com avanço de cebola nacional (+53,39%), batata lavada (+31,13%), ovos brancos (+11,28%), ovos vermelhos (+3,58%) e ovos de codorna (+1,42%), contra recuo de coco seco (-2,25%), alho nacional (-1,96%) e amendoim com casca (-1,68%).

Em pescados (-0,11%), as principais reduções foram de bagre água salgada (-13,46%), espada (-9,95%), camarão cativeiro (-6,15%), corvina água salgada (-4,43%) e salmão importado (-4,42%). As principais altas, por outro lado, foram de sardinha lages (+49,59%), anchovas (+30,06%), cação azul (+25,93%), curimba (+22,99%) e abrótea (+19,66%).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes