BCE não tem uma recessão no cenário base para zona do euro, afirma Lagarde

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, afirmou que os dirigentes não tem uma recessão prevista no cenário base para a zona do euro, apesar do enfraquecimento na atividade econômica como resultado do aperto nas condições financeiras. Entretanto, Lagarde alertou que os riscos para o crescimento da zona do euro são majoritariamente negativos, com perspectivas de enfraquecimento para os setores de construção e indústria e arrefecimento na demanda por mão de obra.

E, na visão dela, isto pode voltar a pressionar o sistema financeiro da zona do euro.

"Bancos europeus demonstraram sua resiliência durante este ano, mas perspectiva segue frágil. O aperto nas condições financeiras e o enfraquecimento da atividade podem pesar especialmente sobre as margens de lucro", comentou Lagarde, durante coletiva de imprensa. "Instituições financeiras precisam se preparar para este cenário. E, do ponto de vista de supervisão, ferramentas macroprudenciais continuam nossa principal linha de frente para garantir resiliência do sistema bancário."

Sobre a decisão de encerrar o Programa de Compras de Emergência na Pandemia (PEPP, na sigla em inglês) em 2024, Lagarde afirmou que o programa "serviu ao seu propósito" de fornecer liquidez durante a pandemia e que este "é um bom momento" para normalizar o balanço patrimonial do banco central.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes