China diz que limitações dos EUA à indústria de semicondutores chinesa é bullying econômico

As limitações impostas pelos Estados Unidos à indústria de semicondutores da China é "bullying econômico", disse a porta-voz do Ministério de Relações Exteriores chinês, Mao Ning. A representante de Pequim falou que o comportamento dos Estados Unidos prejudica gravemente a estabilidade das cadeias industriais e de abastecimento globais.

"Os EUA não estão perseguindo a indústria chinesa de chips por razões de segurança nacional ou como parte de uma competição legítima", defendeu Ning em coletiva de imprensa hoje, citando as proibições pelos EUA da exportação de chips para a China e de importações de produtos chineses. "Isso é bullying unilateral que essencialmente nega aos mercados emergentes e aos países em desenvolvimento o direito a uma vida melhor para os seus povos."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes