FGV: INCC-M sobe 0,22% na 1ª prévia de janeiro, após cair 0,01% na mesma leitura de dezembro

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) subiu 0,22% na primeira prévia de janeiro, dentro do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), após cair 0,01% na mesma leitura de dezembro, informou nesta terça-feira, 9 a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Nas aberturas, houve acréscimo nas taxas de Materiais e Equipamentos (-0,12% para 0,23%), Serviços (-0,21% para -0,03%) e Mão de Obra (0,16% para 0,24%).

As maiores pressões para cima sobre o INCC-M na primeira prévia de janeiro partiram de condutores elétricos (-0,87% para 5,58%), tubos e conexões de PVC (-0,38% para 1,67%) e encarregado (0,00% para 0,67%), junto com armador ou ferreiro (0,30% para 0,53%) e eletricista (0,00% para 0,46%).

Em contrapartida, as principais pressões de baixa vieram dos itens placas cerâmicas para revestimento (-0,54% para -0,62%), eletrodutos de PVC (-1,51% para -0,83%) e esquadrias de ferro (-0,35% para -0,35%), seguidos por aluguel de máquinas e equipamentos (-0,09% para -0,17%)e barracão da obra/container (-0,23% para -0,68%).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes