Fluxo de veículos sobe 0,6% em dezembro na margem e cresce 6,1% em 2023, afirma ABCR

O fluxo de veículos em estradas com pedágios aumentou 0,6% em dezembro em comparação com novembro, na série com ajuste sazonal, informam a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) e a Tendências Consultoria Integrada nesta quarta-feira. O índice encerrou 2023 com crescimento de 6,1%, após alta de 6,3% em 2022.

Nas aberturas, o fluxo de veículos leves avançou 1,3% em dezembro, na margem, enquanto a circulação de veículos pesados ficou estável (0,0%) na mesma base. Com o resultado, as categorias registraram altas de 7,1% e 3,0%, respectivamente, no acumulado do ano, ante crescimentos de 7,9% e 1,9% em 2022.

Na comparação com dezembro de 2022, o fluxo total de veículos cresceu 6,6%, com avanços de 7,1% do tráfego de veículos leves e 4,7% de pesados.

"Ainda que os indicadores leves e pesados venham apresentando ritmo de aumento distinto, dada a maior expansão do primeiro comparado ao segundo, ambos se encontram no maior patamar da série histórica", salientam os analistas Thiago Xavier e Davi Cardoso, da Tendências.

Eles frisam que o resultado acumulado em 2023 foi majoritariamente influenciado por leves, mas chamam atenção para o contexto do segmento nos anos anteriores, em especial durante o auge da pandemia, "que gerou um choque negativo desproporcionalmente elevado e relativamente mais duradouro sobre o fluxo de leves".

Os analistas ressaltam que, apesar de uma alta relativa menor, o fluxo de pesados também apresentou importante expansão em 2023, superando o resultado de 2022. A conjuntura macroeconômica, marcada pela expansão da demanda das famílias por serviços presenciais, em especial na primeira metade do ano, também é um fator relevante para a interpretação dos dados, acrescentam.

Estados

O fluxo de veículos avançou 0,2% em dezembro ante novembro, na série com ajuste sazonal, em São Paulo, com alta de leves (0,7%) e queda de pesados (-0,1%). Em relação a dezembro de 2022, o fluxo total subiu 5,6%, com avanços de leves (6,1%) e pesados (4,0%).

Com o resultado, o fluxo total de veículos nas estradas com pedágio de São Paulo encerrou 2023 com aumento de 6,4%. Nas aberturas, o ano fechou com altas de 7,4% no tráfego de leves e 3,2% no de pesados.

No Rio de Janeiro, o fluxo total de veículos caiu 0,3% em dezembro, na margem, com contração de leves (-0,7%) e expansão de pesados (1,4%). O fluxo total subiu 5,7% em comparação a dezembro de 2022, com avanços de leves (5,5%) e pesados (6,8%) .

No ano, o fluxo total de veículos nas estradas com pedágio fluminenses acumulou alta de 4,8% em 2023. Nas aberturas, houve crescimentos de 5,2% em leves e 2,6% em pesados.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes