Chance de corte de juros pelo Fed na reunião de março salta a 83,2%, após PPI, diz CME Group

A probabilidade de corte de juros na reunião de março pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) aumentou para 83,2% após a divulgação da inflação ao produtor (PPI, na sigla em inglês) dos EUA, que veio abaixo das expectativas, segundo monitoramento do CME Group. Antes do dado, a chance de corte em março era menor que 70%.

Enquanto isso, a probabilidade de manutenção despencou de 30,5% para 16,8% após o dado.

Depois do PPI indicar contração em dezembro contra novembro, a ferramenta do CME passou a ver como majoritária a probabilidade da taxa de juros do Fed ser cortada em 175 pontos-base até dezembro de 2024, com a maior chance (38,2%) da taxa terminar 2024 entre 3,50% e 3,75%.

Antes do dado, a visão majoritária do mercado era de que a taxa dos Fed Funds terminariam o ano entre 3,75% e 4,00%.

O índice de preços ao produtor dos Estados Unidos recuou 0,1% em dezembro ante novembro, informou o Departamento do Trabalho na manhã desta sexta-feira. O resultado contrariou expectativas dos analistas ouvidos pela FactSet, que previam alta de 0,2%. Na comparação anual, houve alta de 1%, quando os economistas previam avanço de 1,4%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes