Taxas de juros rondam ajustes, mas curva dos EUA traz viés de alta

Os juros futuros operam praticamente estáveis em toda curva na manhã desta sexta-feira, 12, com viés de alta em dia de avanço dos retornos dos Treasuries longos.

As taxas podem seguir com oscilações estreitas e o investidor ficará de olho na divulgação do índice de preços ao produtor (PPI) dos Estados Unidos (10h30) e no discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de Minneapolis, Neel Kashkari (13h).

Às 9h25, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro para janeiro de 2025 estava em 10,130%, de 10,121% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2027 estava em 9,890%, de 9,875%, e o para janeiro de 2029 marcava 10,260%, de 10,242% no ajuste de quinta-feira, 11.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes