Serviços estão 10,8% acima do nível pré-pandemia, afirma IBGE

Após a alta de 0,4% no volume de serviços prestados no País em novembro ante outubro, o setor passou a funcionar em patamar 10,8% superior ao de fevereiro de 2020, antes do agravamento da crise sanitária no País. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em novembro, os transportes passaram a operar 15,7% acima do nível pré-pandemia de covid-19, de fevereiro de 2020, enquanto os serviços prestados às famílias ainda estavam 2,4% abaixo. Os serviços de informação e comunicação estão 16,6% acima do pré-pandemia, e o segmento de outros serviços está 2,4% acima. Os serviços profissionais e administrativos estão 11,7% acima do patamar de fevereiro de 2020.

Revisões

O IBGE revisou o volume de serviços prestados em outubro ante setembro, de uma queda de 0,6% para um recuo de 0,5%, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços. A taxa de setembro ante agosto passou de -0,3% para -0,2%, e a de julho ante junho saiu de alta de 0,6% para expansão de 0,7%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes