Latam e Delta aumentam market share e nº de passageiros entre Brasil e EUA um ano após JV

Após um ano de joint venture (JV) da Latam com a Delta Airlines, as empresas viram a participação no mercado de voos entre Brasil e Estados Unidos saltar de 27,5% em 2022 para 34,8% em 2023, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil. Também na comparação anual, houve crescimento de 63% no número de passageiros nos voos Brasil-EUA das duas companhias aéreas.

A joint venture da Latam com a Delta Air Lines começou em outubro de 2022. No primeiro ano, elas operaram de forma combinada 15 mil voos, transportando mais de 3 milhões de passageiros em rotas interligando América do Sul e América do Norte.

Por ser um dos destinos internacionais mais procurado por brasileiros, a rota Brasil-EUA deve continuar sendo o foco da joint venture, segundo o gerente de vendas da Delta Brasil, Danillo Barbizan.

Em 2023, a Latam, em parceria com a Delta, começou a operar a rota São Paulo-Los Angeles, lançou o voo sazonal Rio de Janeiro-NovaYork e transformou a rota sazonal Rio de Janeiro-Atlanta em uma operação regular. "Em 2024, vamos avançar ainda mais nesta parceria", afirmou a diretora de Vendas e Marketing da Latam Brasil Aline Mafra.

Na semana passada, a Latam obteve autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para ampliar a joint venture com a Delta e incluir as operações da Latam Cargo, braço de transporte de carga da Latam, e Latam Equador. A operação ainda precisa do aval das autoridades dos Estados Unidos e do Equador.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes