Bolsas da Europa caem com cautela em NY; Lufthansa sobe após UE ampliar lupa sobre ITA

As bolsas europeias fecharam em queda, majoritariamente, sem prolongar o clima positivo observado no início da semana em meio à cautela que voltava a prevalecer nos mercados acionários de Wall Street. O setor aéreo ficou em destaque nesta terça-feira, 23, após a Comissão Europeia abrir uma investigação aprofundada sobre a compra pela Lufthansa de 41% da estatal ITA Airways, a antiga Alitalia, por apreensão sobre os efeitos concorrenciais do negócios.

Em Frankfurt, o DAX cedeu 0,34%, aos 16.627,09 pontos. As ações da Lufthansa subiam 1,40% após a Comissão Europeia informar, em nota publicada nesta terça-feira, que abriu uma investigação aprofundada da compra pela empresa alemã e pelo Ministério da Economia e das Finanças italiano de uma participação minoritária na ITA Airways diante da preocupações concorrenciais, em mais um episódio que ilustra os desafios do setor aéreo em negócios de consolidação.

A Comissão tem preocupações preliminares de que a transação possa reduzir a concorrência no mercado de serviços de transporte aéreo de passageiros em várias rotas de curta e longa distância dentro e fora de Itália. A Comissão é a única instituição da União Europeia que apresenta legislação para adoção pelo Parlamento e pelo Conselho com o objetivo de proteger os interesses da UE.

Ainda entre as notícias de destaque no mercado de Frankfurt, as ações da Telefonica Deutschland serão removidas dos índices MDAX, SDAX e TecDAX após a quantidade de papéis disponíveis para negociação cair abaixo de 10%. As mudanças entram em vigor no dia 25 de janeiro.

Em Londres, o FTSE 100 caiu 0,03%, aos 7.485,73 pontos, com as ações de mineradoras em recuperação da queda da véspera. A Rio Tinto avançou 2,31% e a Glencore, 1,82%. Os papéis do banco Standard Chartered subiram 4,58% e lideraram como a maior alta porcentual do índice. Em Paris, o CAC-40 perdeu 0,34%, para os 7.388,04 pontos.

Em Madri, o Ibex 35 caiu 1,09%, aos 9.859,20 pontos. As ações da operadora de aeroportos Aena cederam 2,56%. Em Lisboa, o PSI 20 cedeu 1,06%, aos 6.268,80 pontos, enquanto o FTSE MIB, referencial da Bolsa de Milão, recuou 0,35%, aos 30.077,46 pontos. * Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes