BCs precisam ficar mais vigilantes sobre papel de choques de oferta, diz dirigente do BoE

Dirigente do Banco da Inglaterra (BoE), Catherine Mann argumentou nesta quinta-feira, 15, que os bancos centrais devem ficar mais atentos à influência dos choques de oferta na inflação. Em discurso durante evento da National Association for Business Economics (Nabe), Mann afirmou que esse cenário pode criar um ambiente inflacionário mais volátil, o que dificulta que trabalhadores e empresas mantenham o crescimento de salários e margens lucros reais.

Segundo a dirigente, o viés de alta dos preços representa um "desafio" para os BCs que adotam o regime de meta de inflação.

"Então, à medida que aumentam os choques de oferta, terei que ficar especialmente vigilante para o papel desses choques de oferta e buscar uma estratégia de política mais ágil", disse ela.