Bolsas da Ásia fecham em alta, com quase recorde do Nikkei, após mais ganhos em NY

Por Sergio Caldas*

São Paulo, 16/02/2024 - As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira, após Wall Street acumular ganhos pelo segundo dia seguido, com a de Hong Kong liderando ganhos e a do Japão se aproximando de nova máxima histórica.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng saltou 2,48%, a 16.339,96 pontos, impulsionado por ações de tecnologia. Já em Tóquio, o japonês Nikkei subiu 0,86%, a 38.487,24 pontos, atingindo o maior nível em 34 anos, depois de chegar a 38.865,06 pontos durante o pregão, a menos de 100 pontos de estabelecer novo recorde. Em Seul, o sul-coreano Kospi avançou 1,34%, a 2.648,76 pontos, com a ajuda de ações financeiras e dos setores automotivo e de baterias.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no azul, com alta de 0,69% do S&P/ASX 200 em Sydney, a 7.658,30 pontos.

Exceção na região asiática, o Taiex caiu 0,20% em Taiwan, a 18.607,25 pontos.

O desempenho positivo de Wall Street mais uma vez contribuiu para o apetite por risco na Ásia e no Pacífico. Ontem, as bolsas de Nova York avançaram pela segunda sessão consecutiva, com o S&P 500 renovando máxima de fechamento, depois de amargarem robustas perdas na terça-feira (13), quando dados da inflação ao consumidor (CPI) dos EUA vieram acima do esperado.

Na China continental, os mercados retomam os negócios na segunda-feira (19), depois de ficarem inativas por de mais de uma semana por ocasião do feriado do ano novo lunar.

Contato: sergio.caldas@estadao.com

*Com informações da Dow Jones Newswires