PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Moedas - Panorama semanal: de 23 a 27 de setembro

22/09/2019 07h10

Os investidores aguardam os comentários dos diretores do Federal Reserve nesta semana, após a reunião do Fed na semana passada apontar para crescentes divergência entre as autoridades sobre a direção futura da política monetária.

Os dados econômicos previstos para esta semana, incluindo um relatório sobre pedidos de bens duráveis, serão observados de perto em meio a preocupações com a força da economia.

O Brexit também permanecerá no centro das atenções, com a Suprema Corte britânica decidindo se o primeiro-ministro Boris Johnson agiu ilegalmente na suspensão do parlamento.

Os investidores também acompanharão de perto os desenvolvimentos, depois que as esperanças de um avanço na guerra comercial EUA-China recuaram ainda mais na sexta-feira, quando autoridades chinesas cancelaram inesperadamente uma visita a fazendas em Montana e Nebraska.

O índice dólar, que mede a força da moeda norte-americana em comparação com uma cesta de moedas subiu na sexta-feira e registrou seu primeiro aumento em três semanas, ajudado pela esperança de que o Fed não baixasse as taxas de forma agressiva.

O Fed cortou as taxas de juros pela segunda vez este ano na quarta-feira, mas deu sinais contraditórios sobre o futuro cortes nas taxas.

Outros grandes bancos centrais, incluindo o Banco da Inglaterra, o Banco do Japão e o Banco Nacional Suíço, deixaram as taxas inalteradas na semana passada.

A libra esterlina recuou das máximas de vários meses em relação ao dólar e ao euro depois que o ministro das Relações Exteriores da Irlanda disse que Londres e a União Europeia ainda não estavam perto de um acordo para o Brexit.

A libra foi o maior ganhadora sobre dólar durante a noite, depois que o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse na quinta-feira que achava que Bruxelas poderia chegar a um acordo com a Grã-Bretanha sobre sua saída da União Europeia.

O euro caiu 0,2% no dia para 1,1015, enquanto o dólar caiu 0,4%, para 107,55 ienes.

O dólar australiano cedeu para uma baixa quase três semanas cotado a 0,6768 no final do pregão. O dólar da Nova Zelândia recuou para 0,6259 antes da próxima decisão de política monetária do banco central do país.

Antes da próxima semana, o Investing.com compilou uma lista de eventos significativos que provavelmente afetarão os mercados.

Segunda-feira, 23 de setembro

PMI da zona do euro

Discurso de Mario Draghi, presidente do BCE.

PMI do momento - EUA

Discurso do membro do FOMC, Williams

Discurso do membro do FOMC, Bullard

Terça-feira, 24 de setembro

Clima de negócios na Alemanha

Confiança do consumidor nos EUA - CB

Quarta-feira, 25 de setembro

Decisão da taxa de juros do Reserve Bank of New Zealand

Discurso do membro do FOMC, Evans

Discurso do membro do FOMC, George

Vendas de imóveis novos - EUA

Quinta-feira, 26 de setembro

PIB final do segundo trimestre - EUA

Pedidos iniciais de seguro-desemprego nos EUA

Discurso de Mario Draghi, presidente do BCE.

Discurso de Carney, governador do Banco da Inglaterra

Discurso do membro do FOMC, Bullard

Vendas de casas pendentes - EUA

Discurso do membro do FOMC, Clarida

Sexta-feira, 27 de setembro

Pedidos de bens duráveis ??nos EUA

Rendimentos e gastos pessoais - EUA

-A Reuters contribuiu para esta matéria