PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Futuros do minério de ferro registram perdas de 0,83% na bolsa de Dalian

16/12/2019 08h46

A jornada que abre a terceira semana de dezembro foi marcara por desvalorização nas cotações dos contratos futuros do minério de ferro, que são transacionados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento para maio do próximo ano, encerrou com perdas de 0,84% a 645,50 iuanes por tonelada, o que representa uma variação de 5,50 iuanes em relação ao valor de liquidação da sessão anterior, que foi de 651,00 iuanes/t.

No mesmo sentido, a segunda-feira foi de retração nos preços dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Xangai. O contrato de maior liquidez, com entrega para maio de 2020, cedeu 44 iuanes para 3.480 iuanes por tonelada. Já o de janeiro, segundo em negócios, cedeu 36 iuanes para 3.697 iuanes/t.

O mercado acionário da China fechou na máxima de seis semanas nesta segunda-feira, com os investidores comemorando o acordo comercial preliminar com os Estados Unidos e dados favoráveis que indicam resiliência na segunda maior economia do mundo.

Os EUA e a China deram um alívio em sua guerra comercial na sexta-feira, anunciando a "fase um" de um acordo que reduz algumas tarifas dos EUA em troca do que autoridades dos EUA disseram ser um grande salto nas compras chinesas de produtos agrícolas norte-americanos e outros.

O acordo vai quase dobrar as exportações dos EUA para a China nos próximos dois anos e está "totalmente feito" apesar da necessidade de tradução e revisões dos textos, disse no domingo do representante do Comércio dos EUA, Robert Lighthizer.

Em relação à atividade chinesa, o crescimento dos setores industrial e de varejo da China superaram as expectativas em novembro.

PUBLICIDADE