PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Para especialistas, cartão pré-pago é interessante para controlar gastos

Aiana Freitas

Especial para o UOL Economia, em São Paulo

03/11/2011 06h00

Especialistas em finanças pessoais consideram os cartões pré-pagos, que passaram a ser oferecidos recentemente pelos bancos brasileiros, ferramentas interessantes para o consumidor que precisa controlar seus gastos.

"É um tipo de cartão que tende a crescer muito no Brasil porque funciona como o celular pré-pago, que permite que a pessoa controle seus gastos", diz Miguel de OIiveira, vice-presidente da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

O professor de finanças Ricardo Rocha, do Insper, concorda: "Para quem não tem disciplina financeira, os cartões são bastante interessantes. A pessoa pode aprender muito com o limite", diz.

Para Miguel de Oliveira, da Anefac, dois públicos, especialmente, podem ser beneficiados por esse tipo de produto: as pessoas que têm algum tipo de restrição de crédito, e portanto não teriam acesso aos cartões tradicionais dos bancos, e os jovens que vão receber mesadas.

O professor de economia e finanças da PUC de São Paulo José Nicolau Pompeu, no entanto, não vê tanto potencial assim nesse mercado.

"A inadimplência está aumentando, a renda média caiu e o desemprego cresceu. O brasileiro tem o hábito de fazer compras a prazo, então não terá dinheiro para colocar carga. O brasileiro não tem cultura e renda para isso", diz.