Topo

McDonald's faz vídeo para mostrar que batatas fritas são feitas de batata

Do UOL, em São Paulo

22/01/2015 19h21Atualizada em 08/07/2015 18h22

O McDonald’s divulgou um vídeo mostrando como são feitas as batatas fritas vendidas pela rede.

O vídeo integra um projeto chamado "Our Food. Your Questions" ("Nossa comida. Suas perguntas"), em que a empresa responde dúvidas dos clientes e rebate os principais mitos sobre sua comida.

Novamente, o vídeo é estrelado por Grant Imahara, que ficou famoso com o seriado norte-americano Mythbusters, dedicado a testar e derrubar mitos.

Neste vídeo, Imahara acompanha o processo de fabricação de trás para frente, para manter o mistério na hora de responder à pergunta final: as batatas do McDonald’s são ou não feitas de batata?

A resposta, segundo o vídeo, é sim. O engenheiro chega, ao final do vídeo, em uma plantação de batatas, que, segundo a empresa, é a origem dos produtos vendidos nas lanchonetes.

Sem frango e sem batata

O vídeo foi gravado em uma fábrica nos Estados Unidos, pouco tempo depois de um escândalo com os fornecedores de carne de frango da empresa na China e no Japão.

Depois da polêmica, que envolveu também o concorrente Burger King, além de KFC e Starbucks, o McDonald’s voltou a oferecer produtos com carne de frango por lá.

Então, surgiu um outro inconveniente: os embarques de batata para o Japão diminuíram.

Assim, as lanchonetes passaram, em dezembro de 2014, a vender apenas as batatas no tamanho pequeno. O Japão é o segundo maior mercado da rede, atrás apenas dos EUA.

A escassez de batata foi consequência de uma longa disputa trabalhista em 29 portos americanos, onde 20 mil estivadores estavam trabalhando sem contrato.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia