Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta sexta, 22 de julho

Luiz Gomes

Do UOL, em São Paulo

Mercado Financeiro

A Bolsa de São Paulo fechou o dia em alta de 0,64%, com 57.002,08 pontos. Essa é a primeira vez que o Ibovespa fecha acima dos 57 mil pontos neste ano. Na semana, a Bolsa subiu 2,56%, a sexta seguida com alta.

Já o dólar caiu 0,72%, cotado em R$ 3,258. Na quinta, a moeda norte-americana tinha valorizado 1,02%. Na semana, o dólar teve leve alta de 0,12%.

Leia mais

 

Mudanças na CLT

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB), afirmou que as mudanças da CLT serão restritas a alguns itens específicos. Ele destacou que as mudanças que vão fazer prevalecer os acordos coletivos valerão apenas para questões como jornada de trabalho e salário.

Para o ministro, a modernização da lei vai dar segurança jurídica para que as convenções entre sindicatos e patrões não sejam contestadas por juízes. Nogueira garantiu que os trabalhadores farão parte da criação da proposta de reforma que deve estar pronta até o fim do ano.

Leia mais

 

"Raspando o tacho"

O governo do presidente interino, Michel Temer, vai ter que gastar R$ 16,5 bilhões das reservas criadas para absorver riscos fiscais para atingir a meta fiscal de 2016, que prevê um deficit de R$ 170,5 bilhões.

As reservas atuais do país somam R$ 18,1 bilhões. Com a queda de arrecadação do país, o uso da reserva foi uma alternativa para evitar novos cortes no orçamento.

Leia mais

 

Ações em alta

O valor de mercado das 277 empresas com ações negociadas na Bolsa brasileira aumentou R$ 131,6 bilhões desde que o presidente interino, Michel Temer, assumiu o governo. Os cálculos são da consultoria Economatica.

Em 12 de maio, dia da posse de Temer, o valor de mercado dessas empresas somava R$ 2,1 trilhões. No fechamento da última quinta-feira, esse valor havia subido para R$ 2,24 trilhões, alta de 6,67%. As estatais Petrobras e Eletrobras foram as que mais valorizaram.

Leia mais

 

Boia de salvação?

A Caixa Econômica Federal vai lançar um pacote de crédito para as construtoras na próxima segunda. O vice-presidente de Habitação do banco, Nelson Antônio de Souza, diz que a Caixa pretende liberar, no mínimo, R$ 10 bilhões.

A ideia é estimular o setor e destravar o crédito como forma de impulsionar a economia. Porém, o principal problema da área é a falta de demanda.

Leia mais

 

Lagarde em julgamento

A Justiça da França confirmou hoje que a diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Christine Lagarde, deverá se sentar no banco dos réus por suposta negligência na gestão de fundos públicos em uma indenização ao empresário Bernard Tapie.

Lagarde, que foi ministra de Economia do país, esteve supostamente envolvida na arbitragem privada que concedeu uma indenização milionária a Tapie. O empresário ganhou 404 milhões de euros pela venda do grupo de material esportivo Adidas, que tinha sido desapropriado dele.

Leia mais

 

Adeus, VHS!

O dia 22 de julho é agora oficialmente a data de extinção dos videocassetes (VHS) no mundo. Já uma tecnologia obsoleta desde a criação do DVD, o aparelho parou de ser produzido pela última fábrica que ainda fazia isso no mundo.

A japonesa Funai Electronics fabricava videocassetes desde 1983, tanto com a própria marca dela como também com o logotipo de outras empresas. A companhia era a única que continuava a fabricar gravadores depois de a Panasonic ter encerrado a produção, há quatro anos.

Leia mais

 

Agenda da semana

Na agenda econômica da segunda-feira, a Fundação Getúlio Vargas divulga o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S). O Banco Central apresenta relatório Focus. Já o Ministério do Desenvolvimento divulga números da balança comercial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos