Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta sexta, 26 de agosto

Alexander Vestri

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

A Bolsa fechou praticamente estável, com leve baixa de 0,01%, com 57.716,25 pontos. As ações da Petrobras e dos bancos fecharam em alta, enquanto os papéis da mineradora Vale caíram nesta sessão.

No mercado de câmbio, o dólar subiu 1,25%, cotado em R$ 3,272. Foi o segundo avanço seguido da moeda.

Leia mais
 

Empresas caloteiras

Os calotes dados por empresas no mundo todo chegaram a 117 até o momento em 2016, e já superam o total registrado em 2015, que foi de 113. A última vez que a situação esteve pior neste ponto do ano foi em 2009, quando foram registrados 213 casos durante a crise financeira. O levantamento é da agência Standard & Poor's.

Dois terços dos calotes totais em 2016 são de empresas dos EUA, o que se deve, em parte, ao maior número de emissores americanos classificados pela agência. Outros 21 casos foram registrados em mercados emergentes. Os setores de energia e recursos naturais têm a maior concentração de inadimplência no planeta, com 65 dos casos.

Leia mais
 

Dados do PIB ofuscados

O crescimento da economia dos EUA no segundo trimestre foi revisado de 1,2% para 1,1%, de acordo com dados do Departamento do Comércio do país.

O aumento do PIB no período foi um reflexo principalmente da melhora no consumo das famílias americanas e também do crescimento das exportações. Mas os dados acabaram ofuscados pela queda nos estoques das empresas, piora nos investimentos privados e também pelos fracos gastos de governos locais e estaduais. O indicador ainda vai passar por uma última revisão, em 29 de setembro.

Leia mais

Bons ventos

A geração de energia eólica aumentou 55% no primeiro semestre deste ano em comparação com os seis primeiros meses de 2015. A energia gerada pelos ventos já representa 4,6% da geração total do sistema energético do Brasil.  Os dados são da Câmara de Comercialização de Energia.

O Piauí é o Estado que mais contribuiu para esse aumento, e o Rio Grande do Norte ainda lidera a produção de energia eólica. Atualmente, são 399 usinas, com capacidade de 9,98 GW, instaladas no país.

Leia mais
 

Turismo em alta

Apesar da crise econômica em diversos países e da ameaça do terrorismo, os gastos com o turismo no mundo devem crescer em 2016 em relação ao ano passado.

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo estima que o gasto com viagens vai crescer 3,1% neste ano. Esse resultado seria maior que a expansão global total da economia, que, segundo a estimativa da organização, vai ser de 2,3%.

Leia mais
 

O preço da direção

Nos últimos cinco anos, de 2011 até agora em 2016, os carros no Brasil encareceram mais de 30% na maioria dos casos. Esse aumento chega a passar de 40% para alguns modelos. O campeão de inflação é o Honda CR-V, que vale hoje R$ 148 mil, ou 43,8% a mais do que a versão antiga, a EXL 4x4, em 2011.

Fatores como a inflação acima de 40% e a variação do dólar nesse período contribuem, é claro, para essa alta. Mas para André Braz, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia, os carros estão mais caros simplesmente porque o brasileiro continua a pagar por eles. Para ele, o carro custa mais aqui por causa do mercado: o brasileiro gosta de carro e as montadoras cobram o que acham justo.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos