IPCA
0.75 Mar.2019
Topo

Criação de banco pela XP não trará mais concorrência ao setor, diz analista

Antonio Temóteo*

Do UOL, em Brasília

2018-12-19T16:04:06

19/12/2018 16h04

O Banco Central informou nesta quarta-feira (19) que autorizou a corretora XP Investimentos a criar seu próprio banco. Para o analista de bancos da agência Austin Raiting, Luis Miguel Santacreu, a decisão não deve trazer mais concorrência para o setor. Segundo ele, não parece estar no radar da empresa abrir agências em todo o país e ofertar crédito maciçamente.

"Isso não trará grande concorrência para os bancos grandes. No mercado de corretoras, a XP pode aumentar a distância que tem das demais, que são independentes, porque vai oferecer mais serviços", disse. 

Santacreu afirmou, ainda, que a criação do banco deve trazer vantagens para que a empresa ofereça serviços de emissão de ações e papéis de dívida, além de crédito para alguns clientes. "Também não está claro qual será o papel do Itaú Unibanco nesse novo banco", disse. 

Uma fonte familiarizada com a XP afirmou à agência de notícias Reuters que, com a licença do BC, a instituição poderá oferecer empréstimos e antecipação de investimentos com vencimento mais longo. A previsão para início das operações é na segunda metade de 2019, informou a fonte, sob condição de anonimato.

BC aprovou compra de parte da XP pelo Itaú

Em agosto, o BC aprovou a compra de 49,9% do capital social da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco. Essa participação inclui 30,1% das ações ordinárias (com direito a voto) da empresa. O banco fará um aporte de capital de R$ 600 milhões e ainda pagará R$ 5,7 bilhões por essa participação.

O BC vetou a compra do controle por um prazo de oito anos e, pelo mesmo período, as duas empresas não podem comprar o controle ou participação em plataformas de investimento.

(*Com informações da agência Reuters)

Mais Economia