PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Assessor de secretaria leva tombo durante coletiva sobre dados de emprego

Do UOL, em São Paulo

27/05/2020 18h16

Um integrante da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho levou tombo da cadeira durante coletiva de imprensa realizada na tarde de hoje para falar sobre os novos dados de números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O secretário especial, Bruno Bianco, explicava mais detalhes sobre o estudo quando, ao lado, um de seus assessores, no vídeo identificado como Luiz Felipe, se desequilibrou e caiu da cadeira.

"Tivemos uma videocassetada ao vivo", reagiu uma voz feminina, ao lado, em referência ao quadro de humor do "Domingão do Faustão", da Glodo. "Foi um acidente técnico", brincou outro. (Assista ao vídeo acima)

Imediatamente, as outras pessoas na coletiva se levantam para ajudá-lo, dentre eles o próprio Bianco. "Você está bem, Luiz? Então, fora a vergonha, a gente continua. Também tive vontade de rir, mas tendo em vista que você é um cara muito sério, eu não vou rir, tá, Luiz?", disse Bianco, bem-humorado.

Caged de abril é o pior da história

O dado de fechamento de vagas de emprego formal em abril, com saldo negativo de 860.503, é o pior para todos os meses da série histórica, segundo a coordenadora-geral de Cadastros, Identificação Profissional e Estudos da Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, Mariana Eugênio.

Mariana ponderou que, apesar do pior resultado, o mês de abril foi atípico em razão da pandemia do novo coronavírus, e pelo fato de a crise ter afetado muito as admissões.

Foram 598.596 contratações e 1.459.099 desligamentos no período. "A ressalva é que é um mês totalmente atípico. Houve queda muito grande nas admissões, o que contribuiu para o saldo negativo", disse ela.

Economia