PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Nike anuncia doação de US$ 40 milhões a organizações que combatem racismo

Manifestante segura cartaz com dizeres "Black Lives Matter" (vidas negras importam) durante protesto nos EUA - picture alliance/dpa/picture alliance via Getty I
Manifestante segura cartaz com dizeres 'Black Lives Matter' (vidas negras importam) durante protesto nos EUA Imagem: picture alliance/dpa/picture alliance via Getty I

Do UOL, em São Paulo

05/06/2020 14h47Atualizada em 05/06/2020 15h07

A Nike anunciou hoje que vai doar um montante de US$ 40 milhões (quase R$ 200 milhões na cotação de hoje) para apoiar iniciativas que combatem o racismo racial.

Em um comunicado, a empresa afirmou que o valor será repassado ao longo de quatro anos a organizações que têm como foco a justiça social, a educação e a igualdade social nos Estados Unidos.

"O racismo sistêmico e os eventos que têm se desdobrado nos Estados Unidos ao longo das últimas semanas servem com um lembrete urgente da mudança contínua que nossa sociedade precisa. Nós sabemos que vidas negras importam. Nós temos que nos educar mais profundamente sobre os problemas enfrentados pela comunidade negra e entender o enorme sofrimento e a tragédia racial sem sentido que o preconceito cria", disse o presidente da Nike, John Donahoe, no comunicado.

A iniciativa vem em meio aos protestos contra o racismo que vêm acontecendo nos Estados Unidos há dez dias, após a morte de George Floyd, um segurança negro que morreu após um policial branco colocar o joelho sobre seu pescoço para imobilizá-lo.

Na semana passada, a empresa lançou um manifesto incentivando que "todos façam parte da mudança". A iniciativa ganhou apoio da concorrente Adidas.

Mídia e Marketing