PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Brexit: Reino Unido e União Europeia fecham novo acordo comercial

Medida garante que o Reino Unido não faz mais parte de UE e não será regido pelas regras da instituição - GETTY IMAGES
Medida garante que o Reino Unido não faz mais parte de UE e não será regido pelas regras da instituição Imagem: GETTY IMAGES

Do UOL, em São Paulo*

24/12/2020 12h30Atualizada em 24/12/2020 18h38

O Reino Unido e a União Europeia chegaram a um acerto na manhã de hoje sobre os novos acordos comerciais do Brexit e surpreenderam o mercado, já que faltavam apenas sete dias para a saída do bloco.

O ato ocorre mais de quatro anos depois a nação votar pela saída do grupo. Na prática, a medida garante que o Reino Unido deixou de fazer parte de UE e não será mais regido pelas regras da instituição.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, elogiou o tão esperado acordo.

"Acho que isso significa uma nova estabilidade e uma nova certeza no que às vezes tem sido um relacionamento turbulento e difícil", afirmou.

O anúncio oficial, divulgado em comunicado do gabinete do primeiro-ministro reafirma que "tudo o que foi prometido aos britânicos no referendo de 2016 e na eleição do ano passado está entregue por este acordo".

Retomamos o controle de nosso dinheiro, nossas fronteiras, leis, comércio e águas de pesca
Comunicado do gabinete do primeiro-ministro Boris Johnson

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen também declarou satisfação: "Finalmente chegamos a um acordo. Foi uma estrada longa e sinuosa, mas temos muito o que mostrar".

Acerto surpreendente

No início do mês, tanto a União Europeia quanto o governo britânico haviam manifestado grande pessimismo sobre as conversações. Somente nos últimos dias uma reviravolta ocorreu, graças às negociações diretas entre Johnson e Leyen.

Os britânicos temiam que a falta de um acordo aumentasse a crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. A expectativa era de que o país acabasse desabastecido dos produtos que chegam dos países vizinhos.

Anos de negociações

O Reino Unido abandonou oficialmente o bloco em 31 de janeiro, e a partir de março Londres e Bruxelas começaram a negociar um acordo comercial que deveria entrar em vigor em 1º de janeiro de 2021.

As negociações, porém, acabaram bloqueadas em três temas:

  1. Acesso dos navios pesqueiros europeus a águas britânicas;
  2. Normas de concorrência para o acesso de empresas britânicas ao mercado europeu;
  3. Futuro mecanismo de solução de divergências.

Dos três, as normas de concorrência representavam os maiores desafios.

*com informações da Reuters

Brexit em imagens: Reino Unido deixa União Europeia oficialmente