PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Mídia e Marketing

Nestlé recebe inscrições de startups para sua "panela"

Divulgação
Imagem: Divulgação

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/08/2021 04h01

A Nestlé recebe, até 22 de agosto, inscrições de startups para o Panela, nova plataforma de inovação aberta da empresa. O programa tem como objetivo conectar colaboradores, startups, universidades e parceiros empresariais do ecossistema de inovação do Brasil.

A ideia é encontrar soluções para demandas atuais da multinacional e possibilitar a criação de novos serviços e produtos para o público em geral.

Nesta primeira iniciativa, a Nestlé apresentou dez desafios de negócios para as startups, que envolvem demandas de diversas áreas da companhia, como marketing, pontos de venda, modelos de negócio e suprimentos. Foram propostos, também, três desafios para universidades.

"São temas estratégicos que precisam ser resolvidos em diferentes áreas da companhia. Trabalhando dessa forma, podemos trazer propostas e descobrir um universo de ideias e projetos que nos despertam para novos rumos", diz Bruno Oliveira, chefe de inovação e novos negócios da Nestlé.

Startups podem virar parceiras ou fornecedoras

As startups selecionadas vão trabalhar em parceria com a Nestlé no desenvolvimento de programas-piloto que serão aplicados em ambiente comercial. No final, se o projeto for validado, as empresas selecionadas poderão ser contratadas como parceiras ou fornecedoras da Nestlé. Startups de todo o país podem participar da seleção.

O Panela foi lançado em julho e é um agregador de todas as iniciativas da Nestlé dentro do ecossistema. A plataforma tem, atualmente, parcerias com mais de 40 startups e serve como canal de conexão para parceiros internos e externos se relacionarem com a empresa.

"Íamos lançar a plataforma antes do início da pandemia, com outra modelagem, que foi alterada. Não tiramos a ideia da tomada, mas mudamos para esse novo contexto. O ano de 2020 foi uma etapa de aprendizados intensos para colocar o programa no ar no momento certo", diz Oliveira.

O executivo afirma que, em 2021, a Nestlé vai investir quatro vezes mais em inovação aberta do que no ano anterior —a empresa não revela os números.

"Isso já mostra o impacto que desejamos ter com todo o ecossistema de inovação. Nossa estrutura de inovação aberta é transversal. Não é uma área. Temos uma equipe que orquestra tudo isso, mas temos multiplicadores dentro de outras equipes da empresa", declara o executivo.

Segundo a Nestlé, apenas nos últimos três anos, a companhia analisou mais de 1.400 startups. Dessas, se conectou com mais de 400 e realizou cem testes pilotos, com a implementação de mais de 35 projetos.

Um destes projetos cuidou da criação do modelo de negócios do Empório Nestlé, loja online oficial da marca, desenhado a partir de uma parceria com a startup Supermercado Now. Hoje, o e-commerce comercializa mais de 1.000 produtos do portfólio de marcas da empresa, com entregas em todo o país.

PUBLICIDADE

Mídia e Marketing