PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Banco faz leilão de imóveis com até 58% de desconto, a partir de R$ 48 mil

Apartamento no Recreio dos Bandeirantes, no Rio, é um dos imóveis do leilão - Reprodução
Apartamento no Recreio dos Bandeirantes, no Rio, é um dos imóveis do leilão Imagem: Reprodução

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/09/2021 04h00

O Santander está leiloando 96 imóveis, sendo 71 residenciais, com desconto de até 58% sobre o valor de avaliação do mercado. Os lances iniciais vão de R$ 48,4 mil a R$ 1,5 milhão. Entre as opções residenciais, há casas e apartamentos na capital paulista, no Rio e na praia de Boa Viagem, em Recife (PE), entre outros.

Os lances podem ser dados no site da Sold Leilões até o dia 13 de setembro, às 13h30. O leilão será realizado na modalidade condicional, quando todos os lances estão sujeitos à aprovação do Banco Santander.

Além dos residenciais, há ainda imóveis comerciais e terrenos localizados em 11 estados (SP, RJ, ES, GO, MG, MS, PR, PB, PE, RN e RS).

O imóvel mais barato é uma sala comercial em São Gonçalo (RJ), com lance mínimo de R$ 48,4 mil (51% de deságio sobre o valor de avaliação). Está desocupado.

O imóvel com o maior desconto oferecido (58%) é uma casa de dois dormitórios em Taubaté (SP), com lance inicial de R$ 133,7 mil. Está ocupado.

Há imóveis ocupados, e isso exige cuidado antes de fechar negócio (veja mais abaixo cuidados ao comprar imóveis em leilões).

Quitação de IPTU e uso do FGTS

O banco oferece algumas facilidades:

  • Débitos de IPTU e condomínio (se houver) serão quitados até a data do leilão.
  • Imóveis residenciais: financiamento de até 80% do imóvel em até 420 meses, com taxa de 7,99% ao ano + TR.
  • Imóveis comerciais: financiamento em até 360 meses, com taxa de 9,9% ao ano.
  • Lotes/terrenos: pagamento somente à vista.

É possível usar o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) como forma de pagamento (para imóveis desocupados que se enquadrem nos critérios exigidos pela Caixa).

Segundo o banco, todas as eventuais taxas ou tarifas exigidas para uso do FGTS deverão ser pagas exclusivamente pelo comprador do imóvel. Portanto, previamente à realização do leilão, o comprador deverá se informar sobre todas as regras e condições de uso do FGTS junto ao órgão responsável pela sua liberação.

Imóveis residenciais no leilão

Estão no leilão, 71 imóveis residenciais, entre casas e apartamentos.

Confira alguns destaques dos imóveis residenciais:

Os valores citados neste texto referem-se a lances iniciais e vão mudando a todo instante devido a novas propostas de compra feitas online. Os valores foram colhidos no dia 3 de setembro.

Cuidado com imóveis ocupados

Há imóveis ocupados. Cabe ao comprador tomar as providências e arcar com eventuais despesas para regularização e desocupação do imóvel. Especialistas recomendam comprar preferencialmente imóveis desocupados e dão dicas, como ler o edital com atenção e visitar o imóvel antes, se possível (veja essa e outras dicas antes de comprar imóvel num leilão).

A Sold Leilões oferece, para alguns imóveis ocupados nas capitais, serviço de apoio jurídico aos arrematantes. O advogado contratado pela Sold ingressará com ação de imissão ou reintegração de posse em nome do arrematante.

Os imóveis desocupados podem ser visitados, mas é preciso agendar pelo email imoveis.sac@superbid.net.

Podem participar e dar lances pessoas físicas e jurídicas. Basta se cadastrar no site da Sold Leilões, aceitar os Termos e Condições e concordar com os Termos do Edital do leilão.

Mais informações sobre o leilão:

  • Data final para dar lances: até 13 de setembro, às 13h30.
  • Site: sold.com.br
PUBLICIDADE