PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

McDonald's japonês raciona batatas fritas do cardápio por crise logística

Franquia trabalha com três tipos de embalagens de batatas fritas. - iStock/Getty Images
Franquia trabalha com três tipos de embalagens de batatas fritas. Imagem: iStock/Getty Images

Colaboração para o UOL

21/12/2021 10h44Atualizada em 21/12/2021 18h21

O McDonald's do Japão anunciou que, a partir de sexta-feira (24), utilizará apenas embalagens pequenas para comercializar batatas fritas, decisão tomada para amenizar os impactos de uma escassez de batata provocada por problemas de importação. As versões média e grande do produto ficam de fora do cardápio pelo menos até a véspera do Ano Novo.

O Japão está com dificuldades em receber suas encomendas porque traz o alimento da América do Norte. Com o crescimento dos casos da variante ômicron do coronavírus e uma inundação que atingiu o porto canadense de Vancouver, um dos principais do continente, o país asiático teve a logística desmontada nas últimas semanas.

Diante do cenário caótico, o McDonald's japonês está em busca de outras soluções junto aos fornecedores e importadores, como o uso de voos alternativos.

De acordo com a agência de notícias Bloomberg, a empresa disse que decidiu cortar as embalagens média e grande "para garantir que o maior número possível de clientes tenha acesso contínuo às batatas fritas".

A previsão é que cerca de 2,9 mil restaurantes da franquia sejam afetados pelos problemas de fornecimento, que, segundo a empresa, devem acabar por volta do dia 30 de dezembro. Para compensar o transtorno, foram preparadas promoções especiais para os clientes.

PUBLICIDADE