PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Flávio Bolsonaro é alvo de críticas ao dizer que Pix foi criado por seu pai

Flávio Bolsonaro foi chamado de mentiroso após post em que dizia que PIX foi criado pelo presidente Jair Bolsonaro - Jefferson Rudy/Agência Senado
Flávio Bolsonaro foi chamado de mentiroso após post em que dizia que PIX foi criado pelo presidente Jair Bolsonaro Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

Pedro Paulo Furlan*

Do UOL, em São Paulo

09/06/2022 16h42

O senador Flávio Bolsonaro (PL) vem sendo alvo de críticas na internet por um post em que atribui a criação do Pix à gestão de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PL). No texto, divulgado em redes sociais no último sábado (4), o congressista disse que Bolsonaro revolucionou os meios de pagamento com o Pix e foi chamado de "mentiroso" nos comentários. A criação do meio de pagamento começou em 2018 e é anterior à gestão do presidente, como mostra reportagem do UOL.

Diversos usuários apontaram a inconsistência no post de Flávio e afirmaram que a idealização do Pix teve início ainda no governo de Michel Temer (MDB) e que o meio de pagamento é fruto do trabalho desenvolvido por servidores do Banco Central.

"Que mentira. Pix já estava em desenvolvimento antes de o Jair virar presidente", dizia um comentário no Twitter. "Produto brasileiro, desenvolvido por valorosos servidores do Banco Central!", afirmou outro.

Alguns comentários conectaram o post de Flávio Bolsonaro ao momento de greve dos funcionários do Banco Central.

"Cadê a valorização dos servidores do Banco Central, senador? Estamos em greve a 2 meses já...", comentou um usuário.

Com base na análise de documentos, o UOL mostrou que o BC já se preparava para lançar uma ferramenta inspirada no Zelle, plataforma similar ao Pix da fintech Early Warning Services nos Estados Unidos, desde dezembro de 2016. A ideia foi sendo ampliada, e o Pix já era completamente descrito em relatórios de 2018, durante o governo de Temer.