IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Sem citar Vini Jr. e La Liga, patrocinador Santander diz repudiar racismo

Vinicius Júnior foi alvo de racismo durante Valencia x Real Madrid -  Francisco Macia/Quality Sport Images/Getty Images
Vinicius Júnior foi alvo de racismo durante Valencia x Real Madrid Imagem: Francisco Macia/Quality Sport Images/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/05/2023 12h07

O Santander, patrocinador da La Liga, organizadora do Campeonato Espanhol, se posicionou nesta segunda-feira (22) contra o racismo, após Vinícius Júnior ter sido alvo de ataques durante a partida Valencia x Real Madrid.

O que aconteceu

Banco diz repudiar qualquer manifestação de preconceito ou racismo. Em nota, o Santander não mencionou especificamente o nome do jogador brasileiro nem o episódio deste domingo na Liga Espanhola. "O Santander repudia veementemente qualquer manifestação de preconceito ou racismo", afirmou a nota encaminhada pela assessoria de imprensa do banco no Brasil.

Santander não informou se tomou alguma medida em relação ao episódio envolvendo Vini Jr.. O banco é o atual patrocinador do torneio e possui os direitos de nome da LaLiga.

Patrocínio será rompido a partir da próxima temporada. O vinculo do banco com o campeonato espanhol será encerrado ao fim da temporada 22/23. A La Liga fechou um acordo de patrocínio para as próximas temporadas do torneio com a EA Sports, desenvolvedora de jogos eletrônicos. Segundo reportagem do jornal espanhol "Marca", a EA Sports pagará cerca de 30 milhões de libras no acordo de patrocínio para os próximos cinco anos. O Santander pagava 17 milhões de euros por ano.

Entenda o caso

Torcedores do Valencia começaram a gritar "mono" ("macaco" em espanhol) nos momentos em que o brasileiro esteve perto da lateral. O jogo estava nos 15 minutos do segundo tempo.

Cerca de dez minutos após o início dos gritos, o árbitro paralisou a partida depois que os torcedores repetiram o gesto. Não foram manifestações isoladas.

O jogo foi interrompido por aproximadamente cinco minutos, e foi necessário que o locutor do estádio pedisse para que os torcedores parassem por risco da partida ser encerrada.

Vinicius Junior começou a discutir com os torcedores do Valencia, e o técnico Carlo Ancelotti chamou o brasileiro no banco de reservas pedindo que ele se acalmasse.

O brasileiro foi expulso após a reação. A partida foi reiniciada pelo árbitro e o Real Madrid perdeu por 1 a 0.