Calendário Bolsa Família de outubro: veja datas de pagamento atualizadas

O calendário de pagamento de outubro do programa Bolsa Família já foi divulgado pelo governo federal. O cronograma prevê que os repasses começarão no dia 18 e terminarão no dia 31. As datas dos depósitos variam de acordo com o final do número NIS de cada beneficiário.

Veja as datas de pagamento do Bolsa Família em outubro:

  • NIS final 1: 18 de outubro;
  • NIS final 2: 19 de outubro;
  • NIS final 3: 20 de outubro;
  • NIS final 4: 23 de outubro;
  • NIS final 5: 24 de outubro;
  • NIS final 6: 25 de outubro;
  • NIS final 7: 26 de outubro;
  • NIS final 8: 27 de outubro;
  • NIS final 9: 30 de outubro;
  • NIS final 0: 31 de outubro.

O Bolsa Família é composto por diversos benefícios, que são direcionados de acordo com a situação de cada beneficiário e as necessidades de suas famílias:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): No valor de R$ 142, esse benefício é pago a cada pessoa da família, auxiliando no sustento básico e no acesso a necessidades essenciais.
  • Benefício Complementar (BCO): Este é um valor adicional destinado às famílias cuja soma dos benefícios não atinja R$ 600, assegurando que cada família receba pelo menos esse valor como forma de suporte financeiro.
  • Benefício Primeira Infância (BPI): Um acréscimo de R$ 150 é concedido por cada criança com idade entre zero e sete anos incompletos, reconhecendo a importância dos primeiros anos de vida na formação de um futuro saudável.
  • Benefício Variável Familiar (BVF): As gestantes e crianças e adolescentes com idade entre 7 e 18 anos incompletos recebem um adicional de R$ 50, contribuindo para o bem-estar desses grupos vulneráveis.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Para membros da família com até sete meses incompletos (nutriz), é concedido um valor extra de R$ 50, auxiliando na alimentação e no desenvolvimento saudável dos bebês. O pagamento desse benefício teve início em setembro.
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Este benefício é aplicado em casos específicos para garantir que nenhum beneficiário receba menos do que recebia no programa anterior, o Auxílio Brasil. O pagamento deste benefício será mantido até maio de 2025, proporcionando um suporte contínuo às famílias em transição.

Vale ressaltar que, para receber o Bolsa Família, as famílias devem cumprir condições nas áreas de saúde e educação, tais como a exigência de frequência escolar para crianças e adolescentes entre quatro e 17 anos, realização do acompanhamento pré-natal para gestantes, acompanhamento nutricional das crianças até sete anos e seguimento do calendário nacional de vacinação.

Ao matricular a criança na escola e vaciná-la no posto de saúde, é essencial informar que a família é beneficiária do Bolsa Família, assegurando o acesso aos recursos necessários para uma vida mais digna e com melhores oportunidades.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes