Ministro de Minas e Energia diz que ficará no cargo apesar de oposição do PSB

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse à Reuters nesta terça-feira que permanecerá na pasta mesmo com oposição de seu partido, o PSB, que pediu na semana passada que todos os filiados entreguem os cargos no governo federal após denúncias de corrupção contra o presidente Michel Temer.

Segundo Coelho Filho, o momento de crise política no Brasil exige "lealdade". Ele afirmou ainda que sua eventual saída da pasta não contribuiria em nada para a superação dos problemas no país.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos