Rússia faz voo inaugural de jato comercial de médio porte

Por Gleb e Stolyarov e e e Jack e Stubbs

MOSCOU (Reuters) - A Rússia completou no domingo o voo inaugural de seu novo avião de médio porte MS-21, sua primeira incursão pós-soviética na produção de uma aeronave comercial que espera competir com a de seus concorrentes ocidentais.

Em uma declaração surpresa, a fabricante Irkut Corporation e o seu braço estatal United Aircraft Corporation (UAC) disseram que um modelo MS-21-300 tinha concluído com êxito um voo de 30 minutos a uma altura de 1.000 metros, viajando a 300 quilômetros por hora.

Pressionada por sanções ocidentais sobre seu papel na crise ucraniana, a Rússia está tentando modernizar a produção industrial doméstica para tornar o país menos dependente de empresas estrangeiras.

O voo de teste, que não foi anunciado aos meios de comunicação de antemão, vem apenas três semanas depois que a China organizou o voo inaugural do seu novo jato de passageiros C919, destacando a crescente concorrência para os pesos pesados ​​da indústria Boeing e Airbus.

Funcionários russos disseram que o MS-21 é superior a seus homólogos ocidentais em muitos aspectos e será adotado por operadoras russas e estrangeiras, mas analistas ocidentais dizem que tanto a Rússia quanto a China enfrentam um enorme desafio para destruir o duopólio transatlântico de aviões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos