Bolsas

Câmbio

Boeing conversou com Embraer sobre possível aquisição, diz Wall Street Journal

SÃO PAULO (Reuters) - A norte-americana Boeing Co conversou com a Embraer sobre uma possível aquisição da fabricante de aeronaves brasileira, informou o Wall Street  Journal na quinta-feira (21), citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A Boeing e a Embraer estão discutindo um acordo que envolveria um prêmio relativamente grande para a Embraer, informou o WSJ. De acordo com a reportagem, as empresas estão aguardando uma posição do governo brasileiro, que tem poder de veto em relação à Embraer, para retomarem as negociações.

A Embraer não tinha comentário imediato sobre a notícia.

As ações da Embraer negociadas na bolsa paulista estavam em leilão, tendo alcançado R$ 20,40 na máxima do dia, em alta de 23,7%. A Bolsa de Nova York suspendeu temporariamente os negócios com os papéis da Embraer após a divulgação da notícia. Às 15h35, os ADRs da companhia subiam 22,3%, a US$ 24,45.

Especulações de que as duas empresas poderiam se associar de alguma forma começaram a circular em outubro, após suas principais concorrentes - a europeia Airbus e a canadense Bombardier -- terem fechado uma parceria no programa de jatos CSeries.

A Boeing e a Embraer já trabalham em projetos, incluindo segurança de pistas de decolagem e combustíveis alternativos para jatos. A parceria se intensificou nos últimos anos para incluir o compromisso da Boeing com vendas conjuntas e a apoio à aeronave militar KC-390 da Embraer.

(Reportagem de Arunima Banerjee)

Para ser piloto da Esquadrilha da Fumaça, precisa ter 1.500 horas de voo

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos