Bolsas

Câmbio

Bovespa recua pressionada por Vale, mas segue próximo de máximas

Por Paula Arend Laier

(Reuters) - O principal índice de ações da B3 mostrava fraqueza nesta terça-feira, pressionado pela queda das ações da Vale, mas ainda permanecia próximo da máxima histórica, com a entrada de capital externo inibindo uma realização de lucros relevante neste começo de ano.

Às 11:26, o Ibovespa caía 0,49 por cento, a 81.278 pontos. Logo na abertura, o índice renovou máxima recorde intradia ao bater 81.676 pontos. Na véspera, atingiu máxima de fechamento, de 81.675 pontos.

O volume financeiro era de 1,8 bilhão de reais.

Dados até dia 19 de janeiro, mostravam saldo positivo de estrangeiros na Bovespa neste ano de 5,56 bilhões de reais. [nL2N1PI0NS]

Agentes financeiros também seguem na expectativa do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região na quarta-feira, que pode levar o mercado a recalibrar apostas sobre a probabilidade de Lula ser elegível para se candidatar à eleição deste ano.

Condenado em primeira instância a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por ter supostamente recebido um apartamento tríplex no Guarujá da empreiteira OAS em troca de contratos com a Petrobras, Lula pode ficar inelegível se condenado em segunda instância pelo TRF-4. [nL1N1P61H2]

DESTAQUES

- VALE recuava 2,65 por cento, entre as maiores quedas do Ibovespa, tendo como pano de fundo a forte queda dos preços do minério de ferro na China.[nL2N1PI0H9]

- ELETROBRAS PNB e ELETROBRAS ON caíam 1,95 e 1,55 por cento, respectivamente, após forte alta na véspera apoiada nas expectativas relacionadas à desestatização da companhia com o envio do projeto de lei sobre o tema para o Congresso Nacional.

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON cediam 0,92 e 0,56 por cento, respectivamente, na contramão dos preços do petróleo do mercado internacional, o que também enfraquecia o Ibovespa.

- BRADESCO PN subia 0,88 por cento, liderando as altas no setor bancário e ajudando a limitar o tom negativo no índice. ITAÚ UNIBANCO PN ganhava 0,27 por cento, BANCO DO BRASIL valorizava-se 0,48 por cento e SANTANDER UNIT recuava 0,24 por cento.

- FIBRIA subia 1,53 por cento e era destaque na ponta positiva, com expectativas favoráveis para o resultado do quarto trimestre. A fabricante de celulose também anunciou na semana passada alta nos preços em vários mercados. [nL1N1PD1CW]

- BR DISTRIBUIDORA, que não está no Ibovespa, avançava 2,5 por cento, após vários analistas recomendarem compra das ações, com forte potencial de valorização. [nL2N1PI0JW]

- CIA HERING perdia 3,8 por cento, a maior queda do índice de Small Caps, após divulgação na véspera de vendas no quarto trimestre, consideradas fracas por analistas. A receita bruta da varejista de moda somou 537,6 milhões de reais, alta de 4,4 por cento ante mesmo período de 2016.[nCVMc66Cnz]

(Por Paula Arend Laier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos